Aos 17 anos, Consórcio BDJur caminha para ser o repositório nacional do Poder Judiciário

O Consórcio BDJur completou 17 anos e, em comemoração, ampliou as suas parcerias. A rede de bibliotecas digitais jurídicas teve adesão das bibliotecas dos Tribunais de Justiça de Santa Catarina, Tocantins, Paraná e Amazonas. Com esses novos participantes, a rede chega a 18 membros, sendo que dez já estão com seus repositórios digitais 100% integrados ao portal da BDJur.

Segundo Rosa Maria de Abreu, coordenadora da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Consórcio BDJur é de grande importância para o intercâmbio de informações no Judiciário e, ao reunir repositórios digitais das instituições participantes, facilita o acesso de magistrados e pesquisadores, e da sociedade em geral.

"São milhares de artigos de periódicos, atos normativos, produção intelectual de magistrados e outros documentos institucionais, sendo que grande parte é de acesso livre para todos. Com a integração dessas novas bibliotecas jurídicas, o Consórcio BDJur caminha para ser o repositório nacional do Poder Judiciário", afirmou.

O Consórcio BDJur foi criado como um projeto estratégico do STJ pelo Ato 281, de 30 de setembro de 2004, e regulamentado pela Instrução Normativa STJ/GP 5, de 20 de fevereiro de 2019. Além do STJ e dos novos integrantes, participam da rede, entre outros, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Câmara dos Deputados, o Senado Federal e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT).

Veja o vídeo-tutorial de pesquisa na BDJur.

Fonte: http://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/2022/17102022-Aos-17-anos–Consorcio-BDJur-caminha-para-ser-o-repositorio-nacional-do-Poder-Judiciario.aspx

Sobre o Autor

Sandro Rizzato

Sócio Fundador do escritório Pagotto, Rizzato & Lyra Sociedade de Advogados

Isso vai fechar em 0 segundos

Enviar Mensagem
Contato
Bem-vindo ao WhatsApp do escritório Pagotto, Rizzato e Lyra Sociedade de Advogados!

Por favor, aguarde um momento enquanto redirecionamos sua mensagem para um de nossos advogados especializados.

Se preferir, também pode nos contatar pelo telefone (27) 3235-8268.