I Jornada de Direito Registral e Notarial resultará em enunciados que irão orientar os operadores do direito, afirma ministro Ribeiro Dantas

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Ribeiro Dantas declarou que as 663 propostas de enunciados recebidas pela I Jornada de Direito Notarial e Registral superou todas as expectativas e demonstrou o elevado interesse da comunidade jurídica sobre o tema. O magistrado é um dos coordenadores científicos do encontro, que acontecerá nos dias 4 e 5 de agosto, na sede do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), em Recife. 

Segundo o ministro, as proposições recebidas pelas seis comissões de trabalho da jornada expõem uma série de dúvidas sobre a área do direito notarial e registral, o que proporcionará discussões produtivas e resultará em enunciados que irão orientar os operadores do direito. "Todas as comissões de trabalho são igualmente importantes e haverão de dar significativas contribuições para um debate profícuo sobre o tema", pontuou. 

O ministro Ribeiro Dantas também ressaltou sua elevada expectativa em relação ao evento e destacou que a Justiça Federal já tem tradição das jornadas de direito civil e outros ramos, e que agora é a hora de inserir o direito notarial e registral. "A realização da jornada se deve à importância cada vez maior das atividades de notários e registradores para o dia a dia da vida jurídica das pessoas, e da sua função de desjudicialização e alívio do Judiciário", completou o ministro.  

O evento 

A I Jornada de Direito Notarial e Registral é uma realização do Conselho da Justiça Federal (CJF), por meio do Centro de Estudos Judiciários (CEJ), em parceria com o TRF5 e a Escola de Magistratura Federal da 5ª Região (Esmafe). A coordenação-geral do encontro está a cargo do vice-presidente do STJ e do CJF, ministro Jorge Mussi, e a coordenação científica será exercida pelos ministros do STJ Sérgio Kukina e Ribeiro Dantas. 

A jornada visa promover condições ao delineamento de posições interpretativas sobre o direito notarial e registral contemporâneo, adequando tais interpretações às inovações legislativas, doutrinárias e jurisprudenciais, a partir de debates entre especialistas e professores, conferindo segurança jurídica em sua aplicação. 

As comissões de trabalho serão presididas por ministros do STJ e estão divididas nos seguintes temas: "Registro civil de pessoas naturais"; "Registro de imóveis"; "Registro de títulos e documentos civis de pessoas jurídicas"; "Tabelionato de notas"; "Protesto de títulos"; e "O juiz e a atividade notarial e registral".  

Para mais informações, acesse a página da I Jornada de Direito Notarial e Registral

Fonte: http://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/29062022-I-Jornada-de-Direito-Registral-e-Notarial-resultara-em-enunciados-que-irao-orientar-os-operadores-do-direito.aspx

Sobre o Autor

Sandro Rizzato

Sócio Fundador do escritório Pagotto, Rizzato & Lyra Sociedade de Advogados

Isso vai fechar em 0 segundos

Enviar Mensagem
Contato
Bem-vindo ao WhatsApp do escritório Pagotto, Rizzato e Lyra Sociedade de Advogados!

Por favor, aguarde um momento enquanto redirecionamos sua mensagem para um de nossos advogados especializados.

Se preferir, também pode nos contatar pelo telefone (27) 3235-8268.